segunda-feira, dezembro 11, 2006

coco seco - o mais doce por dentro

Olho para os cocos secos e conto 11.
11 cocos e uma aventura a terminar. Sempre soube disso mas com o entusiasmo inicial, uma pessoa esquece-se. Mesmo voltando la, a coisa nunca será a mesma.. E o que vem pela frente nunca vai diminuir a importância destes meses da minha vida. Tão cheios. Em aventuras, sensações, emoções, paisagens, experiências.. boas e más! Mas experiências que me ensinaram muitas coisas... Bem, não quero estar com grandes divagações. Ainda nem consigo assimilar bem o que tudo isto representou para mim. Em alguns momentos, cheguei a pensar que tinha encontrado a minha nova casa. Porque realmente me identifiquei com a alma desta terra. O som, o batuque, a alegria, o samba! Parecia que não precisava mais nada para ser feliz..Era tão facil assim não era. Mas a vida não é só isso (infelizmente!!).
Mas só sei que adorei desde a primeira hora esta terra. Aquela Avenida BeiraMar – sim o melhor “calçadão” do Brasil, mete Copacabana no bolso! :)
Os desportos que tive oportunidade de praticar ou experimentar como a capoeira, surf, windsurf, alpinismo, asa delta, sandboard e "skibunda"..uns com mais sucesso que outros!

As pessoas que encontrei, sempre do bem, sempre encarando a vida e as dificuldades com um sorriso e uma determinação que me falta a mim muitas vezes (estou a pensar agora na galerinha da capoeira), as amizades que fui fazendo, na empresa e fora, pessoas que me marcaram em muita coisa... aqui também percebi que é tudo aqui é mais rápido, mais intenso, mas igualmente fugaz.. É o Brasil, minha genti!

Para terminar, quero apenas aqui declarar que estes 11 meses não foram (só) férias e praia e coqueiros e passeios na Beira Mar a beber água de coco….Não foram só isso, ok?.. mas também foram e que bem que soube! :)
A experiência profissional também valeu claro, mas aquém do que esperava.
Esta foi também a oportunidade para conhecer muitas pessoas pelo programa Contacto das quais algumas não vou querer perder o respectivo (contacto), os amigos que ganhei, desde Lisboa até cada num no seu poiso internacional, todos no mesmo barco, longe de casa mas a tentar cada um a aproveitar ao máximo!
E sobre este blog que termina aqui, vai saber bem um dia mais tarde abrir esta página, voltar a ouvir esta musiquinha e lembrar estes doces momentos…

Espero que tenham gostado. Eu adorei!!

E para terminar deixo-vos um pensamento que li algures e acho que até tem alguma coisa a ver..
"Tudo o que é bom dura o tempo suficiente para se tornar inesquecível"

Sou apaixonada por este país.

3 Comments:

Blogger Pedro Eleutério said...

Adorei ler estas últimas palavras do teu blog. Muito sentido e muito vivido. E só no rio comprovarei a história do calçadão he he he. A vida aqui realmente é muito diferente. E o pensamento final deixou-me de sorriso na cara. Fez-me lembrar de alguns momentos que já vivi aqui. E que terminaram no momento certo para serem inesqueciveis.

Um beijo enorme
E espero-te por aqui.

10:36 da tarde  
Blogger laranjeiro said...

Silvia, como te entendo. quando acabei o contacto tb me senti dessa forma, e chegando a Portugal senti-me perdido. felizmente consegui voltar e hj o Brasil é a minha casa
dsejo-te toda a sorte do mundo e que consigas a tua felicidade

9:54 da tarde  
Blogger Jane Eyre Queiroz said...

Adoro qdo vejo vc relembrar momentos, coisas e pessoas... Isso me faz pensar: Que maravilha de amiga humana veio para cá!

Saudades doces....

11:12 da manhã  

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home