sexta-feira, dezembro 01, 2006

Bahia para finalizar em grande!

Poucas palavras para descrever esta viagem de final de estágio.. Magnífica! Soberba! Ou, e porque ainda estou no Brasil, Massa! Show! Axé! Energia! Ritmo! Brasil!!
Mas sobretudo surpreendente. Francamente não pensei que fosse gostar tanto. Ok agora o porquê … quando a Vera me falou em irmos a Salvador que pensei..fixe, terra da capoeira e tal.. mais umas praias.. o Centro Histórico de Salvador e toda a “nossa” arquitectura portuguesa. Porreiro. Mas a verdade é que nunca pensei que fosse gostar tanto de Salvador! Foram 5 dias hiper cheios divertidos e..cansativos!
Eu cheguei primeiro, na 6ª e andei por lá a conhecer o CH. Como estava sozinha andei mais relaxada e andei basicamente a tirar fotos das inúmeras praças, igrejas, ruelas. Gostei muito de reconhecer os nossos marcos e de ver como isso é reconhecido hoje em dia numa das cidades mais visitadas mundialmente. E, realmente, não exageravam quando diziam que havia muitas igrejas…são umas ao lado das outras! Eitah povo religioso da altura. Fiquei num Albergue e fiz amizade com umas americanas que vieram para o Rio estudar e fazer voluntariado. Acabamos o dia a comer mocotó num boteco africano. Legal!
No sábado segui para o Morro de São Paulo que fica na ilha de Tinharé a 2 horas de catamarã de Salvador, onde encontrei a Vera. Tivemos 2 dias de praia do melhor que já tive aqui no Brasil. Mar calmo (inédito para mim que estou habituada às águas tempestivas do Ceará), e naquela temperatura perfeita, ou seja, estivemos “de molho” quase o tempo todo. A vila em si é muito bonita muita parecida com Jericoacoara com a diferença que ali realmente não há carros. Nem unzinho! Apenas carrinhos de mão para ajudar os turistas a levar as malas (ou a eles próprios como chegamos a ver!). 2ª de manhã, depois de quase madrugarmos tal era a vontade de um último banho naquelas águas perfeitas e com a praia pratica/ deserta (‘tava tudo de ressaca da festa do dia anterior) voltamos a Salvador - aí tive o momento crítico da viagem, mas vocês não vão querer saber porquê..(2 pistas: um catamarã e 2 horas de verdadeiro sofrimento!! Viche só de pensar…….:S)

Mas chegando a Salvador tudo ficou bem. Tentamos nessa noite ir a uma cerimómia de Candomblé lá num bairro que mais parecia ponto de tráfico em que duas baianas já avançaditas de idade mas todas pra “frentex”, a fumar e tal, nos disseram que perdemos a viagem porque era no dia seguinte.. Foglers! Tudo bem, seguimos para o Aeroclube onde nos falaram que ia ter um show de pagode mas azar outra vez, só começava na próxima segunda. Mas era o destino porque, na verdade, tínhamos de descansar para viver das 3ªs feiras mais loucas das nossas vidas! Visitamos todas as igrejas, praças, ruelas, museus que pudemos (e ainda o Mercado Modelo e Elevador Lacerda). Pedimos desejos para nós e para os nossos na Igreja do Bonfim. E, no final do dia, os 2 momentos altos da viagem. Primeiro, a missa na Igreja de Nossa Senhora do Rosário dos Pretos (uma das 365 de Salvador!), bem na praça do Pelô. Ao som de batuques e pandeiros, dançamos literalmente a missa toda e nunca vi tanta emoção quando os negros cantavam qualquer coisa do género “sou negro e tenho muito orgulho” e eu e a Vera, brancas como a cal a cantar com eles (como a cal até que não este ano :) Depois, show dos Olodum!! Ainda tivemos a cortesia de entrar à frente de toda a gente ao lado do Grande, um do grupo, de quem ficamos amigas, hehe! (mas pagamos a entrada atenção!) E depois foi pinchar 4 horas ao som daqueles tambores todos junto com uns 100 médicos de otorrino (estava a decorrer nessa semana um Congresso em Salvador e já os havíamos encontrado no Morro). Muito bom, equiparável para mim apenas aos STOMP, melhor espectáculo que já vi na vida (adoro percursão!).
Enfim, foram umas curtas férias mas em grande! Vera para quando a próxima??

E agora despedir-me dos lugares e pessoas para 4ª feira rumar para a terrinha! Estou feliz. Com a sensação que aproveitei tudo muito bem. Mas também com vontade também de rever “os meus”…até já!

3 Comments:

Anonymous guevara said...

ai gaja... se fores como eu (com bruxelas), ainda vais chorar muito pelo brasil. e se vires uma imagem na televisão, de certeza que as lagrimas aparecem.

ai...

8:28 da manhã  
Blogger Vera Lia said...

Mulhé foi animal! Foi tb a minha viagem preferida de 2006. O Morro foi uma escolha feliz, mas Salvador...êtá coisa gostosa! Cor, alegria, história, mestiçagem e mt axé.
Ah! E a minha super-viagem só terminou esta madrugada ao regressar de Fortaleza onde tb nos divertimos mt.
Obrigada por seres qm és! Valeu garota!

5:44 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

Olá!!

Então cm é que foi o regresso, a viagem e o reencontro, isto é, se já rumaste a Barcelos, família e amigos + "antigos".
Já tens saudades ou ainda é mt cedo??

E agora um novo blog, adaptação da Água di Côco para Vinho do Porto ou vais adoptar um diário tradicional, o pré e confidêncial bolg???

Bem - vinda e bom feriado (8)...

11:22 da manhã  

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home